sábado, 26 de novembro de 2022

ATENTADO TERRORISTA: UM JOVEM MASCARADO INVADE ESCOLAS, MATA 3 E DEIXA FERIDOS NO ESPIRITO SANTO. VEJA VÍDEOS.

Jovem de 16 anos, mascarado e armado, que matou 2 professoras e um aluno, seria filho de policial militar e usou arma do pai, diz PM,  e a Policia Militar apreende jovem que invadiu as 2 escolas. 

VEJA O VÍDEO:

Um atentado terrorista provocado por um jovem mascarado provocou uma tragédia em duas escolas de Aracruz, no litoral norte do Espírito Santo, a 81 km de Vitória. Três pessoas foram assassinadas e onze ficaram feridas.

O adolescente de 16 anos, que invandiu duas escolas e matou duas professoras e um aluno, foi apreendido, no início da tarde desta sexta-feira (25). De acordo a Polícia Militar, ele seria filho de um PM, teria usado a arma do pai e, no momento da detenção, não ofereceu resistência e se entregou.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou a captura do suspeito pelas redes sociais, classificou a ação de "covarde" e decretou luto oficial, acrescentando que detalhes da investigação serão anunciadas num futuro próximo.

Os ataques foram gravados

A primeira ação terrorista foi na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Primo Bitti. O jovem assassino invadiu a escola atirando com uma pistola e matou a professora de matemática Cybelle Passos Bezerra Lara, 45, e a docente da área das artes Maria da Penha Pereira de Melo Banhos, 48. No local, ele feriu pelo menos quatro pessoas, segundo a PM. Ele teria invadido a a sala dos professores e, em seguida, outras salas.  

Imagens das câmeras de segurança da escola pública divulgadas nas redes sociais  mostram a ação do atirador.

A gravação começa mostrando um homem alto, vestido com indumentária militar e com o rosto coberto, usando ainda um chapéu camuflado, que ingressa na unidade com pressa. Uma funcionária que está no pátio, longe do portão de entrada, percebe o movimento e foge, se escondendo.

Na sequência, as câmeras registram toda a movimentação do criminoso, que percorre salas, áreas abertas e corredores da escola, de arma em punho. A Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo informava, até o meio desta tarde, que o atirador ainda não tinha sido identificado, contrariando uma informação inicial prestada por policiais militares de que ele seria um aluno da instituição pública.

Após sair da Primo Bitti correndo, como mostram as imagens, o assassino entrou em um carro e seguiu para o Centro Educacional Praia do Coqueiral, que fica na região e fez novos disparos. No local, ele feriu cinco pessoas e matou um aluno do 6º ano fundamental.

Imagens da Primo Bitti

Como foi o crime no Centro Educacional

Imagens feitas por câmeras de segurança registraram a ação do atirador no Centro Educacional Praia do Coqueiral. Com uma arma nas mãos, ele atravessou o portão do colégio, após arrebentar um cadeado, e correu em direção à porta de acesso ao prédio onde ficam as salas de aula. Depois, começou a correr pelos corredores da escola atrás de vítimas. A todo momento ele esticava as mãos e ficava em posição para atirar.

A câmera capturou o assassino correndo pelos corredores da escola atrás de vítimas. A todo momento ele esticava as mãos e ficava em posição para atirar.

Outra câmera capturou um aluno correndo para dentro de uma sala de aula vazia, com a mão na barriga. Logo em seguida, o garoto cai no chão, ensanguentado na região do abdômen.

Também pelo Twitter, Casagrande havia confirmado os atentatados. "Com sentimento de pesar e muita tristeza, estou acompanhando de perto a apuração da invasão nas Escolas Primo Bitti e Darwin, em Aracruz. Todas as nossas forças de segurança estão empenhadas. Determinei o deslocamento dos Sec. de Segurança e Educação para acompanhar os trabalhos", escreveu Casagrande.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram o pânico pelas ruas da cidade. Assista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PORRADA. O PAU CANTOU NO MEIO DO VOO: BRIGA ENTRE PASSAGEIROS CAUSA CONFUSÃO E ATRASA VOO EM SALVADOR. VÍDEO.

Nas imagens, no vídeo que viralizaram nas redes sociais, é possível ver o "empurra-empurra" e as agressões entre um grupo de pesso...